Educação musical para crianças: entenda a sua importância!

educação musical

No universo lúdico das crianças, a educação musical traz uma série de benefícios. Basta reparar que muitos brinquedos emitem sons para que os pequenos conheçam, por exemplo, os animais. Isso se estende também para todas as idades, já que a música traz associações positivas até mesmo aos adultos.

Mas é no período de desenvolvimento que faz toda a diferença aprender a fundo como funcionam os instrumentos e a afinação básica para cantar. A partir disso, além de identificar um possível talento musical, acontece o aumento da confiança, da capacidade de socialização e da inteligência.

Quer saber mais? Mostraremos neste artigo os motivos que tornam a educação musical tão importante.

Melhora a sensibilidade

Durante a infância, as crianças estão em processo de descobrimento sobre suas emoções, habilidades e dimensão do próprio corpo. Como tudo para elas é muito novo em relação ao convívio com os outros, nem sempre fica fácil se expressar por meio da fala. Assim, a música se torna uma excelente forma de melhorar a sensibilidade.

A educação musical, na verdade, representa uma via de mão dupla em que os pequenos conseguem trabalhar tanto a parte social quanto as expressões pessoais. Isso acontece porque a música é uma forma de arte que ativa as regiões do cérebro responsáveis por emoções positivas e negativas.

Entre as principais vantagens de aprender a lidar com isso na infância é que a construção da inteligência emocional começa durante a construção da personalidade. Sem contar que o contato com esse lado artístico auxilia no desenvolvimento.

Aumenta a criatividade

Com infinitas possibilidades, a música faz com que as crianças aprendam, brinquem e se interesse por diferentes ritmos. Tudo isso está diretamente ligado ao estímulo da criatividade por ser uma atividade interdisciplinar e, é claro, muito divertida. O agrupamento de melodias, pronúncia de diferentes palavras e contato direto com ritmos e culturas diferentes transforma a experiência em algo muito enriquecedor.

Como os pequenos se sentem sensibilizados e emocionados com as melodias e letras, eles se concentram para apreciá-los e aprender a cantar junto. Dessa forma, não só a criatividade é trabalhada como também a concentração que ajuda a interpretar o que uma canção diz. Com o passar do tempo, fica mais simples perceber diversos detalhes em várias situações e reconhecer, por exemplo, quando é a mesma pessoa cantando músicas diferentes.

Fortalece a memorização

E por falar em criatividade e concentração, a memória também é bastante trabalhada quando se trata de educação musical. Por exemplo, quando uma criança assiste um vídeo interativo ou um desenho, facilmente ela decora a letra ou pelo menos uma parte dela, certo?

Esse efeito funciona também com as cantigas antigas e músicas de escola que conseguem ensinar coisas muito interessantes sobre higiene, brincadeiras e o alfabeto. Faça o teste você mesmo e veja se recorda de alguma música marcante da infância. Certamente, vai recuperar algo.

Da mesma maneira, a linguagem musical é capaz de integrar corpo, mente e estimular boas recordações aos pequenos. Vale aqui criar um momento em casa focado em edução musical com a família. Por mais que as crianças estejam em idade escolar, pense na programação mais adequada ou, até mesmo, aprender algum instrumento em conjunto.

Impulsiona o raciocínio lógico

A música também é responsável por ajudar as crianças a desenvolver o raciocínio lógico que se mostra indispensável no aprendizado escolar. O motivo é que a música está ligada a uma conta ritmada de tempo e que, por exemplo, faz muita diferença na hora de estudar matemática.

Outros pontos importantes também são a harmônia entre instrumentos e as vozes, os tons e semitons e, quando mais velhos, a avaliação da letra. Com esse combo, o estudo da música é fundamental para desenvolver ainda o gosto por estudar matérias lógicas e fazer com que a criança se destaque como bom aluno.

Contribuí para a alfabetização

Para os pequenos em fase de aprender o alfabeto, a educação musical contribui por meio dos padrões próprios de linguagem. O ideal, aqui, é que ao cantar as palavras, a criança consiga conhecer a comunicação escrita de maneira mais simples e com uma série de associações.

Tudo isso de forma natural, fluída e divertida com a melhora da dicção e do vocabulário de maneira geral. O melhor caminho para que a criança esteja desde cedo familiarizada com o universo musical é estimular algumas atividades específicas e criar uma rotina no dia a dia da família. Veja a seguir algumas dicas!

Filmes e desenhos musicais

Como falamos anteriormente, os desenhos e filmes musicais são importantes para a criança aproveitar o universo lúdico ao aprendizado natural. Em atividades como essas junto dos pais, os pequenos conseguem desenvolver aspectos de sua identidade, preferências e autonomia. Afinal, eles adoram compartilhar quais músicas, histórias e personagens chamam mais a atenção.

Aulas de canto e instrumentos

Por mais que os seus filhos não sigam carreira musical no futuro, ter noções de ritmo, notas e afinação é muito bacana no desenvolvimento infantil. E isso pode começar super cedo, existem diversas aulas de edução musical já para bebês.

Desafios de rima

As rimas podem ser introduzidas para estimular o processo de alfabetização da criança. Quando colocados na rotina de brincadeiras de casa, é possível desafiar a criatividade e criar a habilidade de manipular os sons que fazem das palavras.

Jogos musicais

Dentro desse universo de estímulo criativo, os jogos musicais se destacam. Um dos que mais fazem sucesso é a sintonia de palmas. Essa brincadeira do tempo de nossas avós traz noção de ritmo e permite que crianças de diferentes idades participem com o mesmo entusiasmo.

Tudo acontece da seguinte maneira: forma-se uma roda e é preciso bater palmas em diferentes ritmos, perde quem não conseguir acompanhar. Além disso, os bailinhos e as boas cantigas de roda continuam sendo extremamente eficientes quando chega o momento de ter os primeiros contatos com jogos de música.

Pronto! Agora você já sabe qual é a importância da educação musical na infância. Uma dica a mais para estimular esse desenvolvimento é procurar por boas escolas que tenham na grade programação musical. Como resultado, além das brincadeiras em casa, a educação se torna completa em diferente aspectos.

Gostou das informações do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também saibam como trabalhar o lado musical de seus filhos.